domingo, 1 de novembro de 2009

“De Ninguém a Alguém”

1170184_21646555 Mateus 1:5 - E Salmom gerou, de Raabe, a Boaz; e Boaz gerou de Rute a Obede; e Obede gerou a Jessé;

Paz do Senhor Jesus a todos vós.

É extremamente lindo como a Palavra de Deus é cheia de segredos e mistérios que passam despercebidos de nossas vidas. Mas quando deixamos o comodismo de lado e passamos a examinar as escrituras, permitindo que o Espírito de Graça ministre dentro do nosso ser, descobrimos grandes segredos.

Não é muito comum ouvirmos mensagens em chaves genealógicas mais existe algo muito profundo neste texto.

Quero neste dia pela permissão do Espírito de Deus falar da uma mulher que teve sua historia mudada pelos seus atos e pela sua fé, que passou de ‘ninguém’ a ‘alguém’ muito importante, até mesmo em nossas vidas.

Quando lemos este versículo, encontramos uma mulher chamada Raabe e para saber algo, precisamos voltar à história um pouco atrás. Do hebreu, Raabe tem por significado ‘insolência’, ‘desaforo’. No livro de Josué vemos a mesma mulher que reside em uma casa sobre os muros da cidade de Jericó, dona de uma estalagem e prostituta, ou seja, alguém desprezada e marginalizada pela sociedade, humilhada e desacreditada pela família. Em outras palavras ‘alguém’ que a principio não era ‘ninguém’. Só que em Deus a historia nunca termina assim.

Através de sua fé e de suas obras, Raabe alcança uma grande mudança de vida. Ao acolher dois espias do Josué que foram espiar a cidade, ela deixa bem clara sua fé no Deus de Israel quando declara com sua boca: “O que ouvindo, desfaleceu o nosso coração, e em ninguém mais há ânimo algum, por causa da vossa presença; porque o SENHOR vosso Deus é Deus em cima nos céus e em baixo na terra (Josué 2:11). Após isso ela faz um aliança com os dois espias e salva suas vidas. Na aliança ela roga-lhes que seja salva ‘toda’ sua família.

Através das atitudes de Raabe, vemos no mesmo livro de Josué a cidade de Jericó tomada e destruída mais a aliança prevaleceu: Assim deu Josué vida à prostituta Raabe e à família de seu pai, e a tudo quanto tinha; e habitou no meio de Israel até ao dia de hoje; porquanto escondera os mensageiros que Josué tinha enviado a espiar a Jericó (Josué 6:25).

Uma mulher que tinha uma historia de vida tão sofrida, amargurada e desprezada deixa para todos nós um ensinamento. Uma mulher que era ‘ninguém’ agora tem seu nome na carta aos Hebreu como exemplo de fé: Pela fé Raabe, a meretriz, não pereceu com os incrédulos, acolhendo em paz os espias (Hebreus 11:31), na carta de Tiago: E de igual modo Raabe, a meretriz, não foi também justificada pelas obras, quando recolheu os emissários, e os despediu por outro caminho? (Tiago 2:25) e ainda mais, casou-se com um príncipe de Judá, Salmon e dela descendeu a linhagem do rei Davi que descendeu o nosso Salvador, Jesus o Cristo. E Jessé gerou ao rei Davi; e o rei Davi gerou a Salomão... (Mateus 1:6).

Uma mulher que deixa de ser ‘ninguém’ e passa a ser ‘alguém’ tão importante em nossas vidas. Por isso meus amados, não vamos olhar para a aparência, para as condições ou circunstancias, no Senhor, em Deus com fé genuína e boas obras tudo pode mudar. O Senhor ainda muda histórias e vidas.

Que a Graça e o Amor do Senhor abençoe a cada um.

Paz!

Evangelista Cesar Augusto A. Tucci

ICPB - Ministério Porta da Vida / Jd. Dona Francisca

São Carlos – SP

orkut: cesar tucci

msn: cesartucci@hotmail.com

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

“Voto”

AndandoSobreAgua Gênesis 28:20 ao 22 - E Jacó fez um voto, dizendo: Se Deus for comigo, e me guardar nesta viagem que faço, e me der pão para comer, e vestes para vestir; e eu em paz tornar à casa de meu pai, o SENHOR me será por Deus; e esta pedra que tenho posto por coluna será casa de Deus; e de tudo quanto me deres, certamente te darei o dízimo.

Paz do Senhor seja sobre todos.

Desejo hoje compartilhar algo de Deus para nossas vidas no tocante a um assunto tão falado, mais pouco ensinado.

Vemos nesta passagem Jacó fazendo um ‘voto’ ao Senhor para que sua sorte fosse mudada.

O que precisamos entender é que ‘o voto’ é um compromisso que assumimos, é uma aliança que firmamos. Quando os noivos sobem no altar, eles firmam um voto: ‘...na alegria e na tristeza, na saúde e na doença...’ E esta aliança é composta de privilégios e responsabilidades que precisamos observar, viver e cumprir.

Mas infelizmente os votos a Deus são apenas quando as coisas estão difíceis, quando o vento sopra e as ondas sacodem o barco de nossas vidas. Os votos sempre são relacionados a dinheiro, emprego, carro, casa e tantas outras coisas materiais. Esquecemos que existem exemplos na Palavra de Deus de votos como o de ‘fidelidade’ de Daniel, que colocou em seu coração o ‘voto’ de não comer dos manjares do rei. Mais tarde ele - Daniel - estava dentro de uma cova cheio de leões, mas o Senhor estava com ele. Ana também fez um voto, e de ‘honra’, no qual o Senhor lhe concedendo um filho varão, ela o devolveria ao Senhor para servi-lo no templo. Sua atitude, seu voto gerou em sua vida mais três filhos e duas filhas além do maior juiz do AT. Não sejamos como Saul, que quebrou o seu voto, sua aliança e foi rejeitado pelo Senhor. Nem como Sansão que também violou sua aliança, seu voto de nazireu de Deus, e acabou sendo envergonhado pelos filisteus. Não nos precipitemos a votar, pois a Palavra é clara: “Quando a Deus fizeres algum voto, não tardes em cumpri-lo; porque não se agrada de tolos; o que votares, paga-o. Melhor é que não votes do que votares e não cumprires. (Eclesiastes 5).”

Sejamos prudentes e sábios na hora da fazer algum voto e que este sempre tenha como objetivo a glorificação do nosso Deus assim como o próprio Jacó, que voltou em paz a casa de seu pai, abastado e com seu nome mudado para Israel.

Que o Senhor seja com todos!

Evangelista Cesar Augusto A. Tucci

ICPB - Ministério Porta da Vida / Jd. Dona Francisca

São Carlos - SP

orkut: cstucci@bol.com.br

cesartucci@hotmail.com

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

“Vontade Absoluta”

 028 Mateus 6:10 - Venha o teu reino, seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu;

Que a benção da multiplicação do Senhor seja sobre todos.

Sem muitas palavras, ontem o Senhor Jesus recolheu uma ‘flor’ para o seu palácio, a minha esposa para habitar com Ele na Glória.

A vontade de Deus se fez, e é assim que tem que ser. Se nós quisermos sofrer menos e experimentarmos o ‘melhor’ do Senhor, basta querermos e aceitar a Sua vontade, pois Ele disse: Jeremias 29:11 - Porque eu bem sei os pensamentos que tenho a vosso respeito, diz o SENHOR; pensamentos de paz, e não de mal, para vos dar o fim que esperais.

A maior vontade do nosso Deus é esta: João 14:3 - ...virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também.

Isso é amar e Ele nos ama incondicionalmente e Sua vontade é o melhor para todos nós, mesmo que muitas vezes não entendemos. Mas não precisamos entender e sim apenas aceitar.

Estamos em festa, não de luto pois hoje ela tem Vida Eterna em Deus e com Deus.

Paz a todos!

Evangelista Cesar Augusto A. Tucci

ICPB - Ministério Porta da Vida / Jd. Dona Francisca

São Carlos – SP

cesartucci@hotmail.com

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

“Tendo Pouco Mais Possuindo Muito”

115353_8718 Marcos 6:37 e 38 - Ele, porém, respondendo, lhes disse: Dai-lhes vós de comer. E eles disseram-lhe: Iremos nós, e compraremos duzentos dinheiros de pão para lhes darmos de comer? E ele disse-lhes: Quantos pães tendes? Ide ver. E, sabendo-o eles, disseram: Cinco pães e dois peixes.

A paz e a graça sejam sobre todos em nome de Jesus.

Em breves palavras quero expressar algo da parte do Senhor neste dia de vida que nos é concedido.

Quando analisamos este texto e o contexto fica claro que com Deus sempre temos ‘muito’.

Os discípulos haviam cumprido as instruções de Jesus, quando estes saíram pregando ao povo que se arrependesse, expeliam muitos demônios e curavam numerosos enfermos, ungindo-os com óleo (vs. 12 e 13).

A maravilha nesta passagem é que, voltando eles à presença do Mestre relataram todos os feitos e ensinamentos que haviam realizado e retirando-se para um lugar deserto - porque eles não tinham tempo nem para comer, visto ser muitos os que iam e vinham - a multidão mais uma vez começa a se aglomerar, pois havia um desejo ardente nos corações pelas palavras e ensinamentos de Jesus.

Então o Senhor, viu uma grande multidão, e teve compaixão deles, porque eram como ovelhas que não têm pastor. Ao cair das horas, falaram os discípulos ao Mestre que já era tarde e era bom que os despedisse, para que nos lugares e aldeias próximas comprassem pão porque não tinham o que comer. E Jesus lhes responde: Dai-lhes vós de comer.

Quando olhamos para nossas possibilidades e elas são desfavoráveis, quando nossas forças parecem estar no fim, quando a esperança parece desfalecer é hora de aprender com o Senhor de nossas vidas. Ainda que tenhamos apenas alguns paezinhos e poucos peixinhos, Deus transforma em ‘abundância’.

Foi assim para com toda aquela grande multidão e a palavra nos diz que comeram todos, e saciaram-se e foram quase cinco mil homens, além das mulheres e crianças.

Não foi diferente com aquela viúva que disse: ...nem um bolo tenho, senão somente um punhado de farinha numa panela, e um pouco de azeite numa botija; e vês aqui apanhei dois cavacos, e vou prepará-lo para mim e para o meu filho, pois certamente comeremos, e morreremos. A viúva tinha apenas um pouquinho de esperança e um restinho de fé e uns pedacinhos de ânimo, mais através da palavra do Homem de Deus, Elias, que falou dizendo que a farinha da panela não se acabaria, e o azeite da botija não mais faltariam até ao dia em que o SENHOR fizesse chover sobre a terra, o Senhor multiplicou e mudou a vida dela. Aleluias!

Guardemos isso em nossos corações, que um pouquinho com Deus vira ‘muito’, afinal do nada Ele fez tudo.

Como nos ensina Paulo: ...como desconhecidos, mas sendo bem conhecidos; como morrendo, e eis que vivemos; como castigados, e não mortos; como contristados, mas sempre alegres; como pobres, mas enriquecendo a muitos; como nada tendo, e possuindo tudo.

Em Deus, com Deus e para Deus somos sempre mais que vencedores. Basta seguirmos o exemplo de Jesus, afinal Ele pegou aqueles pequenos ‘pãezinhos’ e ‘peixinhos’ ergueu os olhos ao céu, rendeu graças e ‘abençoou’.

Que a benção da multiplicação do Senhor seja sobre todos nós.

Paz!

Evangelista Cesar Augusto A. Tucci

ICPB - Ministério Porta da Vida / Jd. Dona Francisca

São Carlos – SP

cesartucci@hotmail.com

terça-feira, 28 de julho de 2009

“De Que Lado Nós Estamos”

1212536_74759882 Mateus 25:33 - E porá as ovelhas à sua direita, mas os bodes à esquerda.


A Paz do Cristo Vivo a todos.
Uma pergunta para cada um de nós neste dia de domingo, dia de culto, dia de nos prepararmos para prestar louvor e honra ao Senhor dos Senhores.
De qual lado nós estamos?
Êxodo 32:7 e 8 - 'Então disse o SENHOR a Moisés: Vai, desce; porque o teu povo, que fizeste subir do Egito, se tem corrompido, e depressa se tem desviado do caminho que eu lhe tinha ordenado; eles fizeram para si um bezerro de fundição, e perante ele se inclinaram, e ofereceram-lhe sacrifícios, e disseram: Este é o teu deus, ó Israel, que te tirou da terra do Egito...' Estamos do lado dos murmuradores ou dos lado dos adoradores, do lado dos rebeldes ou dos obedientes ao Deus de Moisés?
'Números 13:28 - O povo, porém, que habita nessa terra é poderoso, e as cidades fortificadas e mui grandes...' E então, estamos do lado dos covardes ou dos corajosos, daqueles que confiam ou não confiam na promessa de Deus?
'Josué 24:15 - Porém, se vos parece mal aos vossos olhos servir ao SENHOR, escolhei hoje a quem sirvais; se aos deuses a quem serviram vossos pais, que estavam além do rio, ou aos deuses dos amorreus, em cuja terra habitais; porém eu e a minha casa serviremos ao SENHOR...' Estamos do lado dos que servem ou dos que não servem a Deus com integridade, do lado dos ingratos ou daqueles que tem gratidão ao Senhor?
'Lucas 23:41 - E nós, na verdade, com justiça, porque recebemos o que os nossos feitos mereciam; mas este nenhum mal fez...' Nos encontramos do lado dos acusadores, ou dos pacificadores, dos que sabem amar ou do lado dos que só odeiam, do lado dos salvos ou dos condenados.
Afinal e contas, estamos do lado dos bodes ou dos cabritos, na direita ou na esquerda?
É hora de examinarmos que lado nós temos nos encontrados e decidirmos de qual lado nós vamos permanecer.
Paz a todos.
Evangelista Cesar Augusto A. Tucci
ICPB - Ministério Porta da Vida / Jd. Dona Francisca
São Carlos - SP
cesartucci@hotmail.com

"Princípios de Um Vencedor"

840879_33368687 Apocalipse 1:3 - Bem-aventurados 'aqueles que lêem', e 'aqueles que ouvem' as palavras da profecia, e 'guardam as coisas' que nela estão escritas; porque o tempo está próximo.


Amados irmãos e irmãs em Cristo, graça e paz a todos.
O desejo que arde em meu coração neste dia é compartilhar algo rico e verdadeiro para a vida daqueles que procuram realmente ser o sal da terra e a luz do mundo.
No texto do livro Revelação é claro e objetivo três princípios para sermos bem-aventurados e vencermos alcançando o alvo, que é a eternidade com o Senhor Jesus.
01. A palavra 'lêem' significa meditar, examinar, absorver.
Josué foi instruído pelo Senhor a não apartar de sua boca o livro desta lei; antes meditar nele dia e noite, para que tivesse cuidado de fazer conforme a tudo quanto nele está escrito; porque então faria prosperar o seu caminho, e seria bem sucedido. O apóstolo Paulo orienta seu discípulo Timóteo dizendo: Medita estas coisas; ocupa-te nelas, para que o teu aproveitamento seja manifesto a todos. Tem cuidado de ti mesmo e da doutrina. Persevera nestas coisas; porque, fazendo isto, te salvarás, tanto a ti mesmo como aos que te ouvem. O Salmo primeiro diz: BEM-AVENTURADO o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores. Antes tem o seu prazer na lei do SENHOR, e na sua lei medita de dia e de noite.
02. A palavra 'ouvem' significa assimilar, prestar atenção atentamente.
Maria, irmã de Marta se assentou aos pés de Jesus e ouvia a sua palavra, escolhendo assim a melhor parte que não lhe seria tirada. Jesus ensina em Jerusalém, após ter curado um coxo à porta das ovelhas no tanque chamado Betesda dizendo: Na verdade, na verdade vos digo que quem ouve a minha palavra, e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna, e não entrará em condenação, mas passou da morte para a vida.
03. A palavra 'guardam' significa não desprezar, mas praticar.
Um jovem vem até o Mestre e depois de bajulá-lo, pergunta como herdará a vida eterna. E ele disse-lhe: Por que me chamas bom? Não há bom senão um só, que é Deus. Se queres, porém, entrar na vida, guarda os mandamentos. O Salmo 119 diz: Bem-aventurados os que guardam os seus testemunhos, e que o buscam com todo o coração, pois Tu ordenaste os teus mandamentos, para que diligentemente os observássemos. De noite em sonhos, o Senhor, falou ao rei Salomão dizendo: ...se andares nos meus caminhos, guardando os meus estatutos, e os meus mandamentos, como andou Davi teu pai, também prolongarei os teus dias.
Homens e mulheres de Deus, precisamos 'ler', 'ouvir' e 'guardar' somente o que EDIFICA nossa vida cristã, pois a Bíblia nos ensina: Examinai tudo. Retende o bem. Abstende-vos de toda a aparência do mal.
O Amor Eterno reinem sobre vós. Paz!
Evangelista Cesar Augusto A. Tucci
ICPB - Ministério Porta da Vida / Jd. Dona Francisca
São Carlos - SP
cesartucci@hotmail.com

segunda-feira, 20 de julho de 2009

‘Caindo em Si’

Lucas 15:17 - E, caindo em si, disse: Quantos jornaleiros de meu pai têm abundância de pão, e eu aqui pereço de fome!

1135208_19357079 Sem muitas palavras, nesta conhecida passagem do filho pródigo, pode-se ver claramente o 'arrependimento' e a 'humildade' aflorados no coração daquele jovem. Quando acabou os seus recursos e todos haviam lhe abandonado, ele chegou praticamente ao fundo do poço. Os versículos anteriores nos mostram uma grande fome vindo sobre aquela região e ele desejava encher o seu estômago com as bolotas que os porcos comiam, mas ninguém lhe dava nada.
Ele viu o erro que havia cometido e suas conseqüências eram dolorosas, pois ao 'olhar para si mesmo' viu a sua própria miséria; reconheceu as falhas e tomou um posicionamento. Ele se levantou e foi ao lugar certo, foi até o Pai.
Mesmo sendo filho, voltou sem cobranças, sem soberba e sem imposições, voltou arrependido e humildemente. Estas qualidades em sua vida fizeram com que ele recebesse do Pai, novas vestiduras, um novo anel, novas sandálias e ainda comemorou sua volta com alegria e uma grande festa.
Louvado seja Deus!
Este filho encontrou 'a tempo' o lugar de respeito e dignidade de volta.
Diferente de Esaú, irmão de Jacó, que ouvindo as palavras de seu pai, bradou com grande e mui amargo brado, e disse a seu pai: Abençoa-me também a mim, meu pai. Mas Isaac já tinha dado a benção para Jacó e então levantou Esaú a sua voz, e chorou. A Palavra de Deus diz na carta aos Hebreus que Esaú vendeu seu direito à primogenitura por um prato de lentilhas e afirma que, querendo ele ainda depois herdar a bênção, foi rejeitado, porque não achou lugar de arrependimento, ainda que com lágrimas o buscou.
Fica claro para todos nós que precisamos 'cair em si', olhar para nós mesmos, para nossas atitudes e ações enquanto ainda há tempo para se 'arrepender' e se 'humilhar'.
Creio que os ensinamentos são notórios e a escolha é responsabilidade apenas nossa.
Afinal um escolheu viver sua vida do seu modo e outro trocou aquilo que era de seu direito por um pequeno prato de lentilhas.
É hora de olharmos para nós mesmos e cairmos em si.
Não existe melhor lugar para estamos que na presença e sob os cuidados e valores do Pai, que nos ama e nos entende.
A Graça e a Unção reinem sobre todos.


Evangelista Cesar Augusto A. Tucci
ICPB - Ministério Porta da Vida / Jd. Dona Francisca
São Carlos - SP
cesartucci@hotmail.com

quinta-feira, 2 de julho de 2009

“Terra Fértil

 1158062_75554168João 15:1b - ...e meu Pai é o lavrador.

A Paz do Cristo seja com todos.

Neste dia o desejo do coração do Pai, que é o ‘agricultor’ o ‘lavrador’ por excelência, é apenas constranger nossos corações a meditarmos profundamente em como está nossa vida com Ele. Sabemos que o ‘lavrador’ tem como meta atingir uma boa colheita e obter bons frutos, mas para tal objetivo ser alcançado é necessário uma boa terra, ou seja, uma terra fértil.

Veja o ensinamento do próprio Jesus: Lucas 8:4 ao 8 - E, ajuntando-se uma grande multidão, e vindo de todas as cidades ter com ele, disse por parábola: Um semeador saiu a semear a sua semente e, quando semeava, caiu alguma junto do caminho, e foi pisada, e as aves do céu a comeram; E outra caiu sobre pedra e, nascida, secou-se, pois que não tinha umidade; E outra caiu entre espinhos e crescendo com ela os espinhos, a sufocaram; E outra caiu em boa terra, e, nascida, produziu fruto, a cento por um. Dizendo ele estas coisas, clamava: Quem tem ouvidos para ouvir, ouça.

A explicação da parábola é clara: Lucas 8:11 ao 15 - Esta é, pois, a parábola: A semente é a palavra de Deus; E os que estão junto do caminho, estes são os que ouvem; depois vem o diabo, e tira-lhes do coração a palavra, para que não se salvem, crendo; E os que estão sobre pedra, estes são os que, ouvindo a palavra, a recebem com alegria, mas, como não têm raiz, apenas crêem por algum tempo, e no tempo da tentação se desviam; E a que caiu entre espinhos, esses são os que ouviram e, indo por diante, são sufocados com os cuidados e riquezas e deleites da vida, e não dão fruto com perfeição; E a que caiu em boa terra, esses são os que, ouvindo a palavra, a conservam num coração honesto e bom, e dão fruto com perseverança.

Agora fica a pergunta para cada um de nós: quantas vezes a ‘semente’ tem sido lançada em nossos corações, quantas mensagens ouvimos ao longo de nossa vida cristã, quantos homens e mulheres de Deus pregaram a ‘Palavra’ e lá estávamos nós, ouvintes? QUE TIPO DE SOLO, DE TERRA TEM SIDO O MEU E SEU CORAÇÃO QUANDO A SEMENTE É LANÇADA? Quais as mudanças de conduta e valores temos alcançado com o ‘germinar’ desta semente lançada sobre nossas vidas todos os cultos? O que mudou e tem mudado em nós? Quais frutos têm ‘germinado’ no solo dos nossos corações para o Reino? Temos deixado o inimigo arrebatá-la e dentro de nosso ser? Temos criados raízes superficiais com Jesus? As vaidades da vida têm sufocado esta semente e seus frutos têm sido mirrados? Pense bem! Devemos lembrar que o ‘lavrador’ SEMPRE procura uma boa terra para ‘semear’. Solo ruim e impróprio não produz bons frutos nem gera boa colheita.

Chegou à hora e ‘crescermos’ e deixarmos de ser meninos inconstantes. Que a partir deste dia todos nós possamos ser uma boa terra, uma Terra Fértil, cheia de bons frutos e fornecendo boa colheita para a Glória do Reino.

A Graça e o Amor Eterno sejam convosco.

Evangelista Cesar Augusto A. Tucci

ICPB - Ministério Porta da Vida / Jd. Dona Francisca

São Carlos - SP

cesartucci@hotmail.com

“Resposta de Deus”

946930_36154604

Atos 4:31. E, tendo orado, moveu-se o lugar em que estavam reunidos; e todos foram cheios do Espírito Santo, e anunciavam com ousadia a palavra de Deus.

A Paz do Salvador a todos.

É comum e normal que todos que oram, tem a expectativa de ouvir da parte de Deus, a resposta e sua petição mediante suas necessidades e anseios. Precisamos entender e compreender que as respostas que esperamos ouvir dependem de quatro fatores fundamentais.

O versículo em questão deixa bem claro para nós que resposta foi eminente e todos sentiram a presença de Deus naquele lugar. De forma gloriosa e sobrenatural o ‘lugar’ se moveu e ‘todos’ foram cheios. Mais porque a resposta foi imediata à oração daqueles homens? Fácil entender quando analisamos: 1. Porque eles oraram? 2. Para quem eles oraram? 3.O que eles oraram 4. Para que eles oraram? No capítulo três de Atos, vemos Pedro e João dando testemunho do poder de Cristo curando aquele coxo a porta do templo chamada Formosa. Logo após eles são presos e interrogados pelas autoridades, pelos anciãos e pelos escribas e por alguns sacerdotes como Anás, Caifás, Alexandre e todos os que eram da linhagem do sumo sacerdote.

Mediante a intimidação que foi feita a eles, ouve a necessidade de buscarem a Deus em fervente oração. Ou seja: 1.Porque eles oraram? Porque estavam sendo impedidos e pressionados a não falarem nem ensinassem o nome de Jesus Cristo (vs. 15 ao 18). 2.Para quem eles oraram? Vemos (vs. 24) que eles ‘levantaram’ a voz ao Deus dos Céus e recorreram ao único que poderia fazer algo. 3.O que eles oraram? Humilharam-se e engrandeceram o nome do Deus Vivo declarando sua majestade e soberania, reconhecendo o seu poder sobre todas as coisas (vs. 24 ao 28). 4.Para que eles oraram? Para sua prioridade de ‘anunciarem’ a palavra do Senhor com ousadia e realizar milagres, sinais e prodígios através do nome de Jesus (vs. 29 e 30). Logo, quando nos preocupamos e priorizamos as coisas do interesse de Deus, Ele move a nosso favor e ainda nos enche de Sua presença, afinal ‘todos’ buscaram e oraram por um propósito único, anunciar a palavra de Deus. Oração com resposta é aquela que ‘busca’ em primeiro o reino de Deus e com certeza, as demais coisas são acrescentadas. Isso é ter resposta de Deus.

A Graça seja convosco.

Evangelista Cesar Augusto A. Tucci

ICPB – Ministério Porta da Vida / Jd. Dona Francisca

São Carlos - SP

cesartucci@hotmail.com

quarta-feira, 27 de maio de 2009

Preparas uma mesa na presença...

 1073652_68367064 Salmos 23:5 - Preparas uma mesa perante mim na presença dos meus inimigos.

Meus amados e queridos salvos em Cristo, em recente reportagem a Revista Fiel, o Pr. Magno Costa e também gerente editorial deixou uma riqueza inigualável sobre como o Senhor nos prepara uma mesa farta perante nossos inimigos. Ele descreve em sabias palavras o encontro marcante entre renomados filósofos e pensadores como Sócrates, Ágaton, Aristófanes, Aristodemo (discípulo de Sócrates), Alcibíades entre outros homens de peso naquela época e nosso grande irmão, um dos gigantes da teologia e da filosofia cristã, além de um dos reformistas da igreja, Aurélio Agostinho. Mais que suficiente para representar os cristãos em tal reunião, Agostinho revela-se alguém que notavelmente sabia quem 'É' e continua 'Sendo', e sempre 'Será' o nosso 'Deus Altíssimo'. Logo ao entrar pela porta, um dos filósofos pergunta claramente a Agostinho se ele também estava ali para beber em honra a Dionísio (ou Baco), o deus do vinho e da embriaguês. Na mesma hora, Agostinho dá uma resposta digna de um crente fiel em busca do Deus que criou os céus e a terra:

"Quando eu busco a meu Deus, não busco forma de corpo, nem formosura transitória, nem brancura de luz, nem melodia de canto, nem perfume de flores, nem ungüentos aromáticos, nem mel, nem maná deleitável ao paladar, nem outra coisa que possa ser tocada ou abraçada. Nada disso busco, quando busco a meu Deus. Porém, acima de tudo isso, quando busco a meu Deus, busco uma Luz sobre toda luz, que os olhos não vêem; e uma Voz sobre toda voz, que os ouvidos não ouvem; e um Perfume sobre todo perfume, que o nariz não sente; e uma Doçura sobre toda doçura, que o paladar não conhece; e um Abraço sobre todos os abraços, que o tato não alcança. Porque esta Luz resplandece onde não há lugar, e esta Voz soa onde o ar não a leva, e este Perfume é sentido onde o vento não derrama, e este Sabor deleita onde não há paladar, e este Abraço é recebido onde NUNCA será desfeito."

Fica evidente para todos nós que Agostinho senta-se a mesa pagã para higienizar, moralizar e cristianizar o ambiente com a presença de Deus. Que nós venhamos sempre fazer a diferença como Agostinho, ainda mais se for a uma mesa na presença de nossos inimigos.

A Paz do Cristo seja com todos!

"Paciência"

arvores_1024

Ah!  Se fosse vendido paciência nas farmácias e supermercados... Muita gente iria gastar boa parte, ou quase todo o salário nessa mercadoria tão rara nos dias de hoje. Por muito pouco a senhorita que parece uma 'lady' solta palavrões e berros que lembram as antigas 'trabalhadoras do cais'... E o bem comportado executivo? O 'cavalheiro' se transforma num 'animal selvagem' no trânsito que ele mesmo ajuda a tumultuar... Os filhos atrapalham, os idosos incomodam, a voz da vizinha é um tormento, o jeito do chefe é demais para sua cabeça, a esposa virou uma chata, o marido uma 'mala sem alça'. Aquela velha amiga uma 'alça sem mala', o emprego uma tortura, a escola uma chatice. O som esta chato, o filme nem pensar, até o passeio virou novela. Outro dia, vi um jovem reclamando que o banco dele pela Internet estava demorando a dar o saldo, eu me lembrei da fila dos bancos e balancei a cabeça, inconformado... Vi uma moça abrindo um e-mail com um texto maravilhoso e ela deletou sem sequer ler o título, dizendo que era longo demais. Pobres de nós, meninos e meninas sem paciência, sem tempo para a vida, sem tempo para Cristo. A paciência está em falta no mercado, e pelo jeito, a paciência sintética dos calmantes está cada vez mais em alta. Pergunte para alguém, que você saiba que é 'ansioso demais' aonde ele quer chegar? Qual é a finalidade de sua vida? Surpreenda-se com a falta de metas, com o vazio de sua resposta.E você? Aonde você quer chegar? Está correndo tanto para quê? Por quem ou para quem? Seu coração vai agüentar? Se você morrer hoje de infarto agudo do miocárdio o mundo vai parar? A empresa que você trabalha vai acabar? As pessoas as quais você ama vão parar?Será que você conseguiu ler até aqui?

Respire... Acalme-se... Pense... Reflita...

O mundo está apenas na sua primeira volta e, com certeza, no final do dia vai completar o seu giro ao redor do sol, com ou sem a sua paciência... e amanhã o ciclo continua... e você?

Lembre-se: 'Deus está ao nosso lado, em todos os momentos', através de Cristo Jesus, seu Filho.  

 METAS - a gente estabelece; CAMINHO - a gente busca; DESAFIOS - a gente enfrenta; VIDA - a gente vive; SAUDADE - a gente mata; SONHOS - a gente alcança

Mais em tudo dependemos sempre da vontade absoluta de Deus. Portanto, paciência! 

"Quando Deus Contraria Nossa Fé"

 

João 11:40 - Disse-lhe Jesus: Não te hei dito que, se creres, verás a glória de Deus?

 234035_2592

Irmãos e irmãs no Senhor Jesus, vamos neste dia compartilhar uma experiência que todo cristão fiel passa uma, duas ou mais vezes em sua caminhada para o céu. Experiência esta que tem propósitos e finalidades distintos no coração de nosso Deus.
Quando examinamos o evangelho de Mateus 15 do versículo 21 ao 28, vemos aquela mulher cananéia ou siro-fenícia que rogava a Jesus dizendo: Senhor, Filho de Davi, tem misericórdia de mim, que minha filha está miseravelmente endemoninhada; buscando assim a solução para sua angústia e dificuldade.
A primeira ação de Jesus é ficar calado, sem falar nada e é onde podemos observar o 'silêncio' de Deus, muitas vezes manifesto em nossas súplicas e orações, aparentemente sem as respostas que queremos do Senhor. Os discípulos (crentes) falam para Jesus despedi-la, mandá-la embora, pois vem clamando e gritando após eles. Logo em seguida o Senhor declara que não havia sido enviado senão às ovelhas perdidas da casa de Israel, ou seja, dando prioridade aos judeus.
Mas aquela mulher precisava muito de algo, tinha uma grande necessidade que só o Senhor Jesus podia 'realizar' em sua vida e então chegou, e adorou-o, dizendo: Senhor, socorre-me! Mesmo assim o Mestre responde: Não é bom pegar no pão dos filhos e deitá-lo aos cachorrinhos. A palavra 'cachorrinho' neste caso vem do grego kunarion um modo afetuoso empregado para os 'cachorrinhos de estimação', 'de colo', e 'pegar' faz menção ao objetivo primário do Messias, a sua vinda para o povo de israelita.
Esta mulher tinha todos os motivos visíveis e palpáveis para virar as costas e ir embora, para desistir e abrir mão de tudo, pois sua fé estava sendo totalmente contrariada.
Primeiro o silêncio, depois a repreensão, e por fim a provação. Mas ela superou sua própria fé e surpreendeu ao Senhor quando respondeu a Ele: Sim, SENHOR, mas também os cachorrinhos comem das migalhas que caem da mesa dos seus senhores. Desta forma ela alcançou o que tanto necessitava, pois Jesus disse-lhe: Ó mulher, grande é a tua fé! Seja isso feito para contigo como tu desejas. E desde aquela hora a sua filha ficou curada.
Na história da ressurreição de Lázaro não foi diferente, pois após quatro dias, com o sepulcro selado pela pedra e com o corpo já cheirando mal, Marta e Maria chegam até o Jesus e declaram com todas as letras: Senhor, se tu estivesses aqui, meu irmão não teria morrido.
Embora a fé delas estivesse totalmente contrariada e a incredulidade tomava-lhes conta do coração o Senhor Jesus declara: Não te hei dito que, se creres, verás a glória de Deus?
Nossa fé muitas vezes é contrariada para 'alcançarmos' um nível mais intimo com o Senhor, um relacionamento mais profundo com Deus em nossas vidas.
Não importa, se na morte, se no silêncio, se na repreensão, se em outra provação...
o que realmente importa, é que se crermos acima de tudo, veremos sempre a glória de Deus!
Que a Paz do Espírito Santo reine sobre todos vós.

Evangelista Cesar Augusto A. Tucci
ICPB - Ministério Porta da Vida / Jd. Dona Francisca
São Carlos - SP
cesartucci@hotmail.com

quinta-feira, 21 de maio de 2009

Fundamentos Básicos Para o Milagre

 salmos8_4_1024
João 15:7 - Se vós estiverdes em mim, e as minhas palavras estiverem em vós, pedireis tudo o que quiserdes, e vos será feito.

Meus queridos e amados irmãos e irmãs em Cristo, existe uma objetividade tão grande na Palavra de Deus quando a observamos e meditamos naquilo que o Espírito Santo quer nos revelar, que nos faz mergulhar numa torrente de benção e milagres sem limites.
Olha o que o Mestre ensina neste versículo acima!
Encontramos aqui dois fundamentos básicos para o cristão alcançar os milagres em sua vida, em sua igreja, em sua família, em suas finanças e em todas as áreas do seu viver.
1 - Disse o Mestre: "se estiverdes"; ou seja, ligados na videira verdadeira que é Ele, através do novo nascimento que é o batismo - direito a Santa Ceia - nas águas e no Espírito Santo (João 3:5 | João 6:56).
2 - Disse ainda mais: "estiverem em"; isto é, quando ouvimos, guardamos e praticamos as palavras e os ensinamentos de Cristo (Lucas 6:46 | João 14:15).
Estes dois fundamentos colocados em pratica nos garantem o direito de pedirmos e sermos atendidos em nossas necessidades mais para com um propósito claro... que o Pai seja sempre glorificado em nossas vitórias, pois toda honra e glória pertence a Ele, é para Ele e por Ele.
Sejamos ramos frutíferos ligados à verdadeira videira que é Cristo.
A Paz do Salvador seja com todos.

Evangelista Cesar Augusto A. Tucci
ICPB - Ministério Porta da Vida / Jd. Dona Francisca
São Carlos - SP
cesartucci@hotmail.com

quinta-feira, 7 de maio de 2009

Relacionamento

945301_53046092
II Timóteo 1:12 - "... porque eu sei em quem tenho crido, e estou certo de que é poderoso para guardar o meu depósito até àquele dia".

Meus amados irmãos e irmãs em Cristo, desejo neste dia em breves e objetivas palavras deixar algo para examinarmos juntos na Palavra de Deus.
Olha que coisa mais linda!
Apóstolo Paulo neste versículo em sua segunda carta a Timóteo, seu discípulo, deixa bem claro 'em quem' e não 'em que' ou 'em qual' estava depositada sua confiança e fé. Aqui, fica claro que o apostolo tinha um profundo relacionamento com o seu Senhor, pois a palavra (pronome) 'quem' indica indivíduo e não uma coisa ou algo.
Este relacionamento existia e era não era superficial porque Paulo tinha, e continuava tendo cada vez mais experiência, comunhão e intimidade com Cristo e estas três características só podem ser alcançadas quando nos relacionamos com o Seu Evangelho.
Relacionamento com Jesus é viver, guardar e praticar os seus ensinamentos.
Quem vive tem experiência, quem guarda tem comunhão e quem pratica tem intimidade.
Que cada um de nós possa buscar diariamente nos relacionarmos com Deus, o qual clamamos Aba Pai através de sua Santa e Fiel Palavra. Que Jesus não seja sempre apenas 'o que', mais seja 'quem'... carregou, levou sobre si, nos deu, nos comprou... Pois Ele é e sempre será o melhor amigo em todas as horas e circunstancias.
A Paz do Cristo seja com todos.

Evangelista Cesar Augusto A. Tucci
ICPB - Ministério Porta da Vida / Jd. Dona Francisca
São Carlos - SP
cesartucci@hotmail.com

segunda-feira, 27 de abril de 2009

O Favor de Deus

Neemias 2:18a - Então lhes declarei como a mão do meu Deus me fora favorável.

779640_30359765 Amados irmãos e irmãs em Cristo, quanto mais buscamos os segredos escondidos na Palavra de Deus, mais e mais nos deparamos com as grandezas a serem reveladas. Em hebraico, o nome Nehemyã significa Javé Conforta, ou Deus é o meu deleite. Isso mesmo! Hoje vamos compartilhar de uma das histórias mais lindas da Bíblia Sagrada - pelo menos para mim - a história de um simples e humilde copeiro que tinha o seu coração no Senhor e constantemente se dirigia a Ele como ‘meu Deus’ e ‘Deus dos céus’ e tornou-se governador devido a sua tenacidade. Homem de respeito e prudente.Estas são algumas das características do livro histórico de Neemias e o versículo em questão fica claro a provisão do Senhor para com os objetivos e metas que o copeiro queria alcançar. Ao saber que os restantes dos judeus, que ficaram do cativeiro, lá na província estavam em grande miséria e desprezo, e o muro de Jerusalém fendido e as suas portas queimadas a fogo, colocou ardentemente em seu coração o desejo de reconstruir e restaurar tudo que estava em ruínas.

Mais porque a mão de Deus fora favorável a eles? Posso citar aqui três importantes fatores que culminaram para que isso acontecesse.

Visão: em primeiro lugar, Neemias chama a atenção para que todos vejam a miséria em que estavam, a situação deprimente de Jerusalém... há momentos que precisamos olhar no espelho da vida e saber como estão os muros da comunhão, como andam as portas da humildade, de que maneira se encontram os umbrais da obediência.

Ação: em segundo lugar, ele convoca, convida todos para se unirem e juntos trabalharem na restauração daquilo que estava em ruínas... precisamos parar de andar na contra mão da vontade do nosso Deus e dos nossos lideres, pois o próprio Jesus disse que aquele que não junta espalha. Temos que ser mais solícitos e menos indiferentes.

Propósito: e em terceiro lugar, Neemias mostra a meta, o objetivo de todo trabalho quando fala claramente ‘não sejamos mais um opróbrio’... quando os propósitos são para a glória de Deus e não apenas para satisfazer nosso pequeno egocentrismo, somos abençoados pelo Senhor.

Aí esta a reposta porque a mão de Deus foi favorável a Neemias e a todos os que com ele estavam. Seus objetivos não foram egoístas, mais demonstrou amor a Deus e ao próximo. Que todos nós possamos aprender com este homem de valor e com seu honesto caráter, pois é tempo de restituirmos Jerusalém.

A Paz do Cristo seja com todos.

terça-feira, 24 de março de 2009

Amor que Transforma

II Corintios 5:14 - Porque o amor de Cristo nos constrange...

Queridos e amados irmãos e irmãs em Cristo Jesus, quanto mais buscamos refúgio e amparo na Palavra de Deus, mais e mais nos deparamos com o excelso Amor do Deus Pai. Olhando para a palavra do apóstolo Paulo pregada para a igreja de Coríntio, fiquei com o coração aquecido e a alma jubilante. Busquei então usar do ensinamento do Mestre e fui examinar. Analisando a palavra “constranger”, descobri que ela tem o significado de compelir, de coagir, de impulsionar por meio do pudor, através de um acanhamento. Mais ser constrangido pelo amor de Cristo é muito mais que que um acanhamento ou uma encabulação, ser constrangido pelo amor de Cristo é ser e ter transformado todos os nossos pobres valores, todos os nossos pequenos conceitos e toda a nossa medíocre conduta, imposta por um sistema social em plena decadência, onde os valores morais e éticos estão cada vez mais deturpados e o ser humano é cada vez mais escravizado pela mídia. Ser constrangido pelo amor de Cristo, é experimentar características insofismáveis que só este amor supremo possui. Quero aqui citar apenas três dentre outros, de grande prioridade na vida de um Cristão genuinamente convertido.

A primeira característica, é a capacidade que ele - o amor - tem de nos regenerar, regatando nossas vidas do pecado e restabelecendo moralmente o que parecia destruído.

A segunda, que é fruto da primeira característica, é a reconciliação, ou seja, refazer as boas relações restaurando a paz, transformando a inimizade em afeto.

E a terceira é a remição. Em outras palavras, este excelso amor tem o poder de adquirir de novo, de resgatar, de libertar resgatando do cativeiro.

Existe um profundo relacionamento entre as três características. A palavra deixa explicito que através deste sentimento tão puro e verdadeiro, tão sublime e santo, Deus criou a maior, melhor e única maneira de voltarmos a nos relacionar com Ele. É hora de sermos realmente constrangidos por este amor, pois só assim seremos “nova criatura”. Chegou o tempo em que a igreja de Jesus Cristo precisa deixar as coisas velhas e ver tudo se transformar em novo, novidade de vida, novas conquistas, novas realizações, novos testemunhos, novos valores e principalmente, nova comunhão com Deus. Como está escrito, isso é estar em Cristo. E mais; TUDO isso provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por Jesus Cristo, e nos deu o ministério da reconciliação. Deixe e sinta este Amor te constranger. Mude e seja pleno!

A Paz do Cristo seja com todos.

Evangelista Cesar Augusto A. Tucci

ICPB – Ministério Porta da Vida / Jd. Dona Francisca

segunda-feira, 16 de março de 2009

Ser Feliz


João 15:11 - Tenho-vos dito isto, para que o meu gozo permaneça em vós, e o vosso gozo seja completo.

Queridos e amados irmãos e irmãs em Cristo Jesus, o desejo de meu coração nesta palavra é falar de um assunto, de algo que todo ser humano busca incansavelmente, todos os dias de sua vida terrena, a felicidade. Ou seja, o “ser feliz”!
Para alguns, ser feliz é ganhar uma roupa nova, um sapato, uma bicicleta; para outros, ser feliz é conquistar uma posição de destaque na empresa, trocar de carro, conquistar a casa tão desejada; ser feliz para uns é ganhar flores, fazer um novo penteado, receber elogios; já para outros, ser feliz é a cura de uma enfermidade, a mudança de comportamento de alguém amado, a libertação de um vício e até mesmo a salvação de alguém. Enfim, ser feliz é sem sombra de dúvidas ter os sonhos realizados e os projetos concretizados. Ser feliz é realizar.
Mas a vida tem surpresas. Isso mesmo!
Nesta estrada que chamamos de vida, muitas vezes deparamos com grandes e inesperadas surpresas. São situações que nos pegam de repente como imensas tempestades na saúde, ventos impetuosos nas finanças, fortes ondas no casamento e grandes torrentes familiares. Esse apanhar repentino pelas adversidades do dia a dia resulta em pedaços e destroços, minando nossas forças e quase matando nosso sonho de ser feliz.
Para superar e suportar todas estas situações, por mais difíceis que sejam, precisamos usar como alicerce, como fundamento os ensinamentos de Cristo e não construir nossos sonhos e projetos sobre a areia, onde não há firmeza. Procedendo assim seremos inabaláveis.
Em Mateus 7:24 ao 27, o Senhor nos deixa claro sobre os dois fundamentos, onde Ele mesmo diz que “todo aquele” que ouve e pratica as suas palavras, os seus ensinamentos, é comparado com o homem prudente que projetou seus sonhos, construiu sua casa, sobre a rocha e vindo a chuva, transbordando os rios e soprando os ventos deram contra a casa, mas a casa, os sonhos não ruíram.
Ouvir e praticar as palavras de Jesus é viver de acordo, em conformidade com seus princípios e valores. Precisamos deixar de construir nossas casas, nossos sonhos, em terrenos arenosos como as promessas humanas, pois o homem é falho, seja ele quem for. Como as aparências, pois quando valorizamos o exterior, é desprezada a essência. Como a posição que ocupamos, ou que desejamos ocupar, em nossa força física, na estabilidade financeira, no carro que possuímos e etc. É hora de adornarmos nossas vidas com aquilo que tem real valor, para que não fiquemos empobrecidos pela ausência de verdades.
Nossa existência não passa de um canteiro de obras, pois todos os dias nós construímos, reformamos, demolimos ou restauramos algo. Vamos construir nossas casas, nossas vidas, nossos sonhos com o cimento da verdade, com o reboque da prudência, com o reforço da esperança, com a beleza da simplicidade, com a harmonia da fé e a consistência do amor. Vamos ser feliz! Esta é vontade de Cristo para nós (João 15:11).
Em Deus, no Senhor Jesus, a rocha inabalável, a pedra angular, tudo é verdade, tudo é fortaleza, tudo é real.
Seja feliz em Cristo e com Cristo... “passarão os céus e a terra, mais suas palavras nunca passarão”.
Nele podemos confiar!

Evangelista Cesar Augusto A. Tucci
ICPB - Ministério Porta da Vida / Jd. Dona Francisca
São Carlos - SP
http://evangelistacesar.blogspot.com
cesartucci@hotmail.com

quarta-feira, 11 de março de 2009

Escolher é Determinar


Lucas 10:41 e 42 - E respondendo Jesus, disse-lhe: Marta, Marta, estás ansiosa e afadigada com muitas coisas, mas uma só é necessária; E Maria escolheu a boa parte, a qual não lhe será tirada.

Amados irmãos e irmãs em Cristo, gostaria de compartilhar com todos neste dia, uma mensagem que o Senhor ministrou em meu coração e falou muito comigo, de uma forma cheia de amor e zelo.
Quando buscarmos no dicionário Aurélio o significado da palavra “escolha” descobrimos que ela tem suas raízes no Latim - excolligere - é também um verbo transitivo (eleger; fazer escolha de; preferir; optar por; selecionar) e um verbo intransitivo (optar; fazer distinção). Mais isto é apenas um pequeno enriquecimento gramatical.
Na verdade o que o Senhor quer falar aos nossos corações, são sobre escolhas que fazemos ao longo de nossas vidas.
No texto do Evangelho de Lucas 10: 38 ao 42 observamos uma história aparentemente simples e comum, mais quando realmente examinamos descobrimos fundamentos para nossas vidas que podem mudar toda e completamente as nossas histórias.
O apostolo Paulo disse: “Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos”. Entramos, no final do século passado e inicio deste, com a ajuda da Internet, dos humanistas e do domínio das multinacionais (das quais o Vaticano é o sócio majoritário), na chamada Nova Era Global, em que “o aborto, a eutanásia, o confisco dos filhos de famílias consideradas desajustadas, a liberação das drogas, a neurose coletiva da agenda ecológica do ‘aquecimento global’, o casamento homossexual, a abolição das fronteiras nacionais, etc.”, são assuntos primordiais na simpatia da mídia mundial. Trata-se de um prenúncio trágico e deplorável, de que a civilização gentílica está no fim. Esta era globalizada e tecnológica tem tornado o homem cada vez mais isolado, e a busca do bem estar e dos interesses próprios tornam o ser humano cada vez mais egoísta e egocêntrico.
Agora pense! Quantas escolhas eu e você fizemos ao longo de nossas vidas das quais nos arrependemos profundamente, e outras que nos deixaram marcas e danos irreparáveis.
Será que desejamos continuar errando em nossas escolhas e sempre que olharmos para trás, notarmos que as sementes que plantamos não eram de boa qualidade. Queremos repetir os mesmo erros e os mesmo fracassos. Não!
Portanto amados, é tempo de “escolher” o melhor, e eleger a primazia, de optar pelo excelente. É tempo de escolher como Maria, que parou e se lançou aos pés do Mestre, para ouvir seus ensinamentos. É tempo de escolher ler mais a Bíblia e parar de viver da unção dos profetas. É tempo de escolher buscar mais a presença de Deus em nossas vidas e pedir para Ele nos orientar. É tempo de escolher parar de olhar para nossos próprios interesses individualistas e olhar para o próximo. É tempo de escolher orarmos mais e usar nossos lábios como fonte de vida e parar de ficar falando da vida alheia. É tempo de escolher ficar de pé, mesmo que o vento esteja forte e confiar no Senhor. É tempo escolher aceitarmos a “vontade” de Deus para nós, sem ficar questionando os porquês. É tempo de escolher viver o sobrenatural, o milagre, o impossível.
As melhores escolhas, das quais nunca nos arrependeremos, são aquelas feitas em Deus, feitas com Deus e feitas para a Glória de Deus. Ele sempre sabe o que é melhor (Mateus 7:11).
Lembre-se, Marta escolher a “melhor parte” a qual não lhe será tirada.
Escolher e determinar!
A Paz do Cristo seja com todos.

Evangelista Cesar Augusto A. Tucci
ICPB – Ministério Porta da Vida / Jd. Dona Francisca
São Carlos - SP
http://evangelistacesar.blogspot.com
cesartucci@hotmail.com