quarta-feira, 9 de setembro de 2009

“Voto”

AndandoSobreAgua Gênesis 28:20 ao 22 - E Jacó fez um voto, dizendo: Se Deus for comigo, e me guardar nesta viagem que faço, e me der pão para comer, e vestes para vestir; e eu em paz tornar à casa de meu pai, o SENHOR me será por Deus; e esta pedra que tenho posto por coluna será casa de Deus; e de tudo quanto me deres, certamente te darei o dízimo.

Paz do Senhor seja sobre todos.

Desejo hoje compartilhar algo de Deus para nossas vidas no tocante a um assunto tão falado, mais pouco ensinado.

Vemos nesta passagem Jacó fazendo um ‘voto’ ao Senhor para que sua sorte fosse mudada.

O que precisamos entender é que ‘o voto’ é um compromisso que assumimos, é uma aliança que firmamos. Quando os noivos sobem no altar, eles firmam um voto: ‘...na alegria e na tristeza, na saúde e na doença...’ E esta aliança é composta de privilégios e responsabilidades que precisamos observar, viver e cumprir.

Mas infelizmente os votos a Deus são apenas quando as coisas estão difíceis, quando o vento sopra e as ondas sacodem o barco de nossas vidas. Os votos sempre são relacionados a dinheiro, emprego, carro, casa e tantas outras coisas materiais. Esquecemos que existem exemplos na Palavra de Deus de votos como o de ‘fidelidade’ de Daniel, que colocou em seu coração o ‘voto’ de não comer dos manjares do rei. Mais tarde ele - Daniel - estava dentro de uma cova cheio de leões, mas o Senhor estava com ele. Ana também fez um voto, e de ‘honra’, no qual o Senhor lhe concedendo um filho varão, ela o devolveria ao Senhor para servi-lo no templo. Sua atitude, seu voto gerou em sua vida mais três filhos e duas filhas além do maior juiz do AT. Não sejamos como Saul, que quebrou o seu voto, sua aliança e foi rejeitado pelo Senhor. Nem como Sansão que também violou sua aliança, seu voto de nazireu de Deus, e acabou sendo envergonhado pelos filisteus. Não nos precipitemos a votar, pois a Palavra é clara: “Quando a Deus fizeres algum voto, não tardes em cumpri-lo; porque não se agrada de tolos; o que votares, paga-o. Melhor é que não votes do que votares e não cumprires. (Eclesiastes 5).”

Sejamos prudentes e sábios na hora da fazer algum voto e que este sempre tenha como objetivo a glorificação do nosso Deus assim como o próprio Jacó, que voltou em paz a casa de seu pai, abastado e com seu nome mudado para Israel.

Que o Senhor seja com todos!

Evangelista Cesar Augusto A. Tucci

ICPB - Ministério Porta da Vida / Jd. Dona Francisca

São Carlos - SP

orkut: cstucci@bol.com.br

cesartucci@hotmail.com

Nenhum comentário: