terça-feira, 28 de julho de 2009

“De Que Lado Nós Estamos”

1212536_74759882 Mateus 25:33 - E porá as ovelhas à sua direita, mas os bodes à esquerda.


A Paz do Cristo Vivo a todos.
Uma pergunta para cada um de nós neste dia de domingo, dia de culto, dia de nos prepararmos para prestar louvor e honra ao Senhor dos Senhores.
De qual lado nós estamos?
Êxodo 32:7 e 8 - 'Então disse o SENHOR a Moisés: Vai, desce; porque o teu povo, que fizeste subir do Egito, se tem corrompido, e depressa se tem desviado do caminho que eu lhe tinha ordenado; eles fizeram para si um bezerro de fundição, e perante ele se inclinaram, e ofereceram-lhe sacrifícios, e disseram: Este é o teu deus, ó Israel, que te tirou da terra do Egito...' Estamos do lado dos murmuradores ou dos lado dos adoradores, do lado dos rebeldes ou dos obedientes ao Deus de Moisés?
'Números 13:28 - O povo, porém, que habita nessa terra é poderoso, e as cidades fortificadas e mui grandes...' E então, estamos do lado dos covardes ou dos corajosos, daqueles que confiam ou não confiam na promessa de Deus?
'Josué 24:15 - Porém, se vos parece mal aos vossos olhos servir ao SENHOR, escolhei hoje a quem sirvais; se aos deuses a quem serviram vossos pais, que estavam além do rio, ou aos deuses dos amorreus, em cuja terra habitais; porém eu e a minha casa serviremos ao SENHOR...' Estamos do lado dos que servem ou dos que não servem a Deus com integridade, do lado dos ingratos ou daqueles que tem gratidão ao Senhor?
'Lucas 23:41 - E nós, na verdade, com justiça, porque recebemos o que os nossos feitos mereciam; mas este nenhum mal fez...' Nos encontramos do lado dos acusadores, ou dos pacificadores, dos que sabem amar ou do lado dos que só odeiam, do lado dos salvos ou dos condenados.
Afinal e contas, estamos do lado dos bodes ou dos cabritos, na direita ou na esquerda?
É hora de examinarmos que lado nós temos nos encontrados e decidirmos de qual lado nós vamos permanecer.
Paz a todos.
Evangelista Cesar Augusto A. Tucci
ICPB - Ministério Porta da Vida / Jd. Dona Francisca
São Carlos - SP
cesartucci@hotmail.com

"Princípios de Um Vencedor"

840879_33368687 Apocalipse 1:3 - Bem-aventurados 'aqueles que lêem', e 'aqueles que ouvem' as palavras da profecia, e 'guardam as coisas' que nela estão escritas; porque o tempo está próximo.


Amados irmãos e irmãs em Cristo, graça e paz a todos.
O desejo que arde em meu coração neste dia é compartilhar algo rico e verdadeiro para a vida daqueles que procuram realmente ser o sal da terra e a luz do mundo.
No texto do livro Revelação é claro e objetivo três princípios para sermos bem-aventurados e vencermos alcançando o alvo, que é a eternidade com o Senhor Jesus.
01. A palavra 'lêem' significa meditar, examinar, absorver.
Josué foi instruído pelo Senhor a não apartar de sua boca o livro desta lei; antes meditar nele dia e noite, para que tivesse cuidado de fazer conforme a tudo quanto nele está escrito; porque então faria prosperar o seu caminho, e seria bem sucedido. O apóstolo Paulo orienta seu discípulo Timóteo dizendo: Medita estas coisas; ocupa-te nelas, para que o teu aproveitamento seja manifesto a todos. Tem cuidado de ti mesmo e da doutrina. Persevera nestas coisas; porque, fazendo isto, te salvarás, tanto a ti mesmo como aos que te ouvem. O Salmo primeiro diz: BEM-AVENTURADO o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores. Antes tem o seu prazer na lei do SENHOR, e na sua lei medita de dia e de noite.
02. A palavra 'ouvem' significa assimilar, prestar atenção atentamente.
Maria, irmã de Marta se assentou aos pés de Jesus e ouvia a sua palavra, escolhendo assim a melhor parte que não lhe seria tirada. Jesus ensina em Jerusalém, após ter curado um coxo à porta das ovelhas no tanque chamado Betesda dizendo: Na verdade, na verdade vos digo que quem ouve a minha palavra, e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna, e não entrará em condenação, mas passou da morte para a vida.
03. A palavra 'guardam' significa não desprezar, mas praticar.
Um jovem vem até o Mestre e depois de bajulá-lo, pergunta como herdará a vida eterna. E ele disse-lhe: Por que me chamas bom? Não há bom senão um só, que é Deus. Se queres, porém, entrar na vida, guarda os mandamentos. O Salmo 119 diz: Bem-aventurados os que guardam os seus testemunhos, e que o buscam com todo o coração, pois Tu ordenaste os teus mandamentos, para que diligentemente os observássemos. De noite em sonhos, o Senhor, falou ao rei Salomão dizendo: ...se andares nos meus caminhos, guardando os meus estatutos, e os meus mandamentos, como andou Davi teu pai, também prolongarei os teus dias.
Homens e mulheres de Deus, precisamos 'ler', 'ouvir' e 'guardar' somente o que EDIFICA nossa vida cristã, pois a Bíblia nos ensina: Examinai tudo. Retende o bem. Abstende-vos de toda a aparência do mal.
O Amor Eterno reinem sobre vós. Paz!
Evangelista Cesar Augusto A. Tucci
ICPB - Ministério Porta da Vida / Jd. Dona Francisca
São Carlos - SP
cesartucci@hotmail.com

segunda-feira, 20 de julho de 2009

‘Caindo em Si’

Lucas 15:17 - E, caindo em si, disse: Quantos jornaleiros de meu pai têm abundância de pão, e eu aqui pereço de fome!

1135208_19357079 Sem muitas palavras, nesta conhecida passagem do filho pródigo, pode-se ver claramente o 'arrependimento' e a 'humildade' aflorados no coração daquele jovem. Quando acabou os seus recursos e todos haviam lhe abandonado, ele chegou praticamente ao fundo do poço. Os versículos anteriores nos mostram uma grande fome vindo sobre aquela região e ele desejava encher o seu estômago com as bolotas que os porcos comiam, mas ninguém lhe dava nada.
Ele viu o erro que havia cometido e suas conseqüências eram dolorosas, pois ao 'olhar para si mesmo' viu a sua própria miséria; reconheceu as falhas e tomou um posicionamento. Ele se levantou e foi ao lugar certo, foi até o Pai.
Mesmo sendo filho, voltou sem cobranças, sem soberba e sem imposições, voltou arrependido e humildemente. Estas qualidades em sua vida fizeram com que ele recebesse do Pai, novas vestiduras, um novo anel, novas sandálias e ainda comemorou sua volta com alegria e uma grande festa.
Louvado seja Deus!
Este filho encontrou 'a tempo' o lugar de respeito e dignidade de volta.
Diferente de Esaú, irmão de Jacó, que ouvindo as palavras de seu pai, bradou com grande e mui amargo brado, e disse a seu pai: Abençoa-me também a mim, meu pai. Mas Isaac já tinha dado a benção para Jacó e então levantou Esaú a sua voz, e chorou. A Palavra de Deus diz na carta aos Hebreus que Esaú vendeu seu direito à primogenitura por um prato de lentilhas e afirma que, querendo ele ainda depois herdar a bênção, foi rejeitado, porque não achou lugar de arrependimento, ainda que com lágrimas o buscou.
Fica claro para todos nós que precisamos 'cair em si', olhar para nós mesmos, para nossas atitudes e ações enquanto ainda há tempo para se 'arrepender' e se 'humilhar'.
Creio que os ensinamentos são notórios e a escolha é responsabilidade apenas nossa.
Afinal um escolheu viver sua vida do seu modo e outro trocou aquilo que era de seu direito por um pequeno prato de lentilhas.
É hora de olharmos para nós mesmos e cairmos em si.
Não existe melhor lugar para estamos que na presença e sob os cuidados e valores do Pai, que nos ama e nos entende.
A Graça e a Unção reinem sobre todos.


Evangelista Cesar Augusto A. Tucci
ICPB - Ministério Porta da Vida / Jd. Dona Francisca
São Carlos - SP
cesartucci@hotmail.com

quinta-feira, 2 de julho de 2009

“Terra Fértil

 1158062_75554168João 15:1b - ...e meu Pai é o lavrador.

A Paz do Cristo seja com todos.

Neste dia o desejo do coração do Pai, que é o ‘agricultor’ o ‘lavrador’ por excelência, é apenas constranger nossos corações a meditarmos profundamente em como está nossa vida com Ele. Sabemos que o ‘lavrador’ tem como meta atingir uma boa colheita e obter bons frutos, mas para tal objetivo ser alcançado é necessário uma boa terra, ou seja, uma terra fértil.

Veja o ensinamento do próprio Jesus: Lucas 8:4 ao 8 - E, ajuntando-se uma grande multidão, e vindo de todas as cidades ter com ele, disse por parábola: Um semeador saiu a semear a sua semente e, quando semeava, caiu alguma junto do caminho, e foi pisada, e as aves do céu a comeram; E outra caiu sobre pedra e, nascida, secou-se, pois que não tinha umidade; E outra caiu entre espinhos e crescendo com ela os espinhos, a sufocaram; E outra caiu em boa terra, e, nascida, produziu fruto, a cento por um. Dizendo ele estas coisas, clamava: Quem tem ouvidos para ouvir, ouça.

A explicação da parábola é clara: Lucas 8:11 ao 15 - Esta é, pois, a parábola: A semente é a palavra de Deus; E os que estão junto do caminho, estes são os que ouvem; depois vem o diabo, e tira-lhes do coração a palavra, para que não se salvem, crendo; E os que estão sobre pedra, estes são os que, ouvindo a palavra, a recebem com alegria, mas, como não têm raiz, apenas crêem por algum tempo, e no tempo da tentação se desviam; E a que caiu entre espinhos, esses são os que ouviram e, indo por diante, são sufocados com os cuidados e riquezas e deleites da vida, e não dão fruto com perfeição; E a que caiu em boa terra, esses são os que, ouvindo a palavra, a conservam num coração honesto e bom, e dão fruto com perseverança.

Agora fica a pergunta para cada um de nós: quantas vezes a ‘semente’ tem sido lançada em nossos corações, quantas mensagens ouvimos ao longo de nossa vida cristã, quantos homens e mulheres de Deus pregaram a ‘Palavra’ e lá estávamos nós, ouvintes? QUE TIPO DE SOLO, DE TERRA TEM SIDO O MEU E SEU CORAÇÃO QUANDO A SEMENTE É LANÇADA? Quais as mudanças de conduta e valores temos alcançado com o ‘germinar’ desta semente lançada sobre nossas vidas todos os cultos? O que mudou e tem mudado em nós? Quais frutos têm ‘germinado’ no solo dos nossos corações para o Reino? Temos deixado o inimigo arrebatá-la e dentro de nosso ser? Temos criados raízes superficiais com Jesus? As vaidades da vida têm sufocado esta semente e seus frutos têm sido mirrados? Pense bem! Devemos lembrar que o ‘lavrador’ SEMPRE procura uma boa terra para ‘semear’. Solo ruim e impróprio não produz bons frutos nem gera boa colheita.

Chegou à hora e ‘crescermos’ e deixarmos de ser meninos inconstantes. Que a partir deste dia todos nós possamos ser uma boa terra, uma Terra Fértil, cheia de bons frutos e fornecendo boa colheita para a Glória do Reino.

A Graça e o Amor Eterno sejam convosco.

Evangelista Cesar Augusto A. Tucci

ICPB - Ministério Porta da Vida / Jd. Dona Francisca

São Carlos - SP

cesartucci@hotmail.com

“Resposta de Deus”

946930_36154604

Atos 4:31. E, tendo orado, moveu-se o lugar em que estavam reunidos; e todos foram cheios do Espírito Santo, e anunciavam com ousadia a palavra de Deus.

A Paz do Salvador a todos.

É comum e normal que todos que oram, tem a expectativa de ouvir da parte de Deus, a resposta e sua petição mediante suas necessidades e anseios. Precisamos entender e compreender que as respostas que esperamos ouvir dependem de quatro fatores fundamentais.

O versículo em questão deixa bem claro para nós que resposta foi eminente e todos sentiram a presença de Deus naquele lugar. De forma gloriosa e sobrenatural o ‘lugar’ se moveu e ‘todos’ foram cheios. Mais porque a resposta foi imediata à oração daqueles homens? Fácil entender quando analisamos: 1. Porque eles oraram? 2. Para quem eles oraram? 3.O que eles oraram 4. Para que eles oraram? No capítulo três de Atos, vemos Pedro e João dando testemunho do poder de Cristo curando aquele coxo a porta do templo chamada Formosa. Logo após eles são presos e interrogados pelas autoridades, pelos anciãos e pelos escribas e por alguns sacerdotes como Anás, Caifás, Alexandre e todos os que eram da linhagem do sumo sacerdote.

Mediante a intimidação que foi feita a eles, ouve a necessidade de buscarem a Deus em fervente oração. Ou seja: 1.Porque eles oraram? Porque estavam sendo impedidos e pressionados a não falarem nem ensinassem o nome de Jesus Cristo (vs. 15 ao 18). 2.Para quem eles oraram? Vemos (vs. 24) que eles ‘levantaram’ a voz ao Deus dos Céus e recorreram ao único que poderia fazer algo. 3.O que eles oraram? Humilharam-se e engrandeceram o nome do Deus Vivo declarando sua majestade e soberania, reconhecendo o seu poder sobre todas as coisas (vs. 24 ao 28). 4.Para que eles oraram? Para sua prioridade de ‘anunciarem’ a palavra do Senhor com ousadia e realizar milagres, sinais e prodígios através do nome de Jesus (vs. 29 e 30). Logo, quando nos preocupamos e priorizamos as coisas do interesse de Deus, Ele move a nosso favor e ainda nos enche de Sua presença, afinal ‘todos’ buscaram e oraram por um propósito único, anunciar a palavra de Deus. Oração com resposta é aquela que ‘busca’ em primeiro o reino de Deus e com certeza, as demais coisas são acrescentadas. Isso é ter resposta de Deus.

A Graça seja convosco.

Evangelista Cesar Augusto A. Tucci

ICPB – Ministério Porta da Vida / Jd. Dona Francisca

São Carlos - SP

cesartucci@hotmail.com