quarta-feira, 25 de agosto de 2010

O Medo

"O Medo"

Mateus 14:30 - Mas, sentindo o vento forte, teve medo; e, começando a ir para o fundo, clamou, dizendo: Senhor, salva-me!
Que a gloriosa Paz do Senhor seja com todos.
Gostaria de compartilhar algo de muito valor que Deus ministrou em minha vida através do seu Santo Espírito.
Vamos falar sobre o 'medo'. Um sentimento que faz parte da vida do ser humano e a cada dia tem assolado vidas e mais vidas. O 'medo', hoje chamado de 'síndrome do pânico', depressão, baixa estima e tantos outros sinônimos têm aprisionado muitas pessoas independentes de idade, sexo ou grau social.
Para podermos compreender um pouco mais este sentimento, que por um momento ou outro, já fez parte de nossa vida e sempre estará presente, precisamos olhar para o começo de tudo.
Em Gênesis 3:7 ao 10 - Então foram abertos os olhos de ambos, e conheceram que estavam nus; e coseram folhas de figueira, e fizeram para si aventais. E ouviram a voz do SENHOR Deus, que passeava no jardim pela viração do dia; e esconderam-se Adão e sua mulher da presença do SENHOR Deus, entre as árvores do jardim. E chamou o SENHOR Deus a Adão, e disse-lhe: Onde estás? E ele disse: Ouvi a tua voz soar no jardim, e tive 'medo', porque estava nu, e escondi-me.
Fica claro na leitura do texto que este sentimento, o 'medo', começou a fazer parte da vida, da história do ser humano por consequencia do pecado que o fez tomar conhecimento do 'bem' e do 'mal'. Mas quando analisamo a Palavra de Deus, podemos ainda assim aprender a fazer uso deste sentimento, e dele extrair uma grande vitória ou uma dolorosa derrota.
No livro de I Samuel 13:5 ao 14, fica claro e evidente que Saul viu todo o seu trono e todo o seu reinado escoar pelas suas mãos, por ver o povo se dispersando e levado ao 'medo', desobedeceu a Deus. Muitas vezes por muito pouco, sofremos grandes perdas e dolorosas derrotas por consequencia de não sabermos lhe dar com a insegurança e dúvida, frutos do 'medo'. Já quando meditamos em II Crônicas 20:1 ao 30, podemos ver uma situação de extremo sentimento de 'medo' na vida do rei Josafá e de todo o povo. Porém o rei ao invés de se desesperar e tomar atitudes de seu próprio coração, ele busca ao Senhor, pede socorro ao Deus dos Céus, se humilha e coloca o povo todo em jejum por uma intervenção divina. O desfecho é totalmente contrário do que aconteceu com o rei Saul. Josafá tem plena vitória sobre seus inimigos sem ao menos precisar lutar. Esforço mesmo, foi apenas para tomar posse dos despojos que ficaram.
Este sentimento chamado 'medo' sempre fará parte de nossas vidas, mas precisamos direcioná-lo ao Senhor, com humildado e fé, sabendo que sempre, em Deus, a resposta de vitória vem. É por isso que Ele diz por 365 vezes em sua Santa Palavra; Não temas!
Não sejamos como Pedro, afundando em nossas dúvidas.
Paz do Deus de Josafá seja com todos.
Evangelista Cesar Augusto A. Tucci
ICPB - Ministério Porta da Vida / Sede
São Carlos - SP
http://evangelistacesar.blogspot.com

Nenhum comentário: